Apnéia do Sono

09/03/2018 0
Apneia-do-Sono-1200x516.jpg

Olá pessoal!

Atualmente nos meios de comunicação discute-se muito sobre apnéia do sono, já que apresenta uma alta taxa de morbidade e mortalidade acometendo 4% dos homens e 2% das mulheres.

A Síndrome da Apnéia-Hipopnéia do Sono (SAHOS) é uma doença crônica e evolutiva, caracterizada pela ocorrência de episódios frequentes de obstrução parcial ou total das vias aéras durante o sono.

Os sintomas podem ser variados, mas o mais frequente e importante é o ronco (90% dos casos), sonolência diurna excessiva, alteração do humor, dor de cabeça durante o dia, impotência sexual, queda do rendimento intelectual e alterações cardiológicas e neurológicas.

Alguns casos podem ser agravados por algumas doenças como obesidade, pressão alta, doenças cardiopulmonares como arritmias cardíacas, hipertensão pulmonar e insuficiência cardíaca, derrames, alcoolismo, língua grande, amígdalas e úvula grandes, palato redundante, queixo pequeno, grande circunferência do pescoço (sexo masculino > 42,5 cm e feminino > 37,5 cm), sexo masculino e síndromes genéticas com deformidades craniofaciais evidentes.

Para iniciar o diagnóstico os pacientes e até os familiares relatam a presença de roncos, paralisação da respiração durante o sono, cansaço após o despertar e desanimo ao longo do dia, mas a confirmação é feita pela polissonografia assistida. Este exame é realizado em uma clínica especializada e preferencialmente realizada a noite ou no horário de costume que o paciente dorme. O paciente deve dormir com sensores fixados na superfície do corpo, de maneira a permitir que a pessoa possa movimentar-se durante o exame, não atrapalhando assim o sono. O exame é indolor. Não se usam agulhas ou instrumentos semelhantes e não envolve qualquer risco.

O tratamento clínico ou cirúrgico está diretamente relacionado com a gravidade. A doença pode ser classificada como leve, moderada e severa. Mas antes da proposta cirúrgica são optados por outros tratamentos, como por exemplo:

  • Inicio de atividade física regular
  • Perda de peso
  • Melhora da alimentação, principalmente antes de dormir
  • Posicionamento na hora de dormir, como cabeceira mais elevada e dormir de lado
  • Uso do CPAP

Se você apresenta os sintomas acima, consulte o seu médico e um fisioterapeuta especializado.

Anelise Dias de Paula, Fisioterapeuta, integrante da ComTato, Especializada em Fisioterapia Cardiorrespiratória.

 

 

 


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *



ComTato - Fisioterapia em BH e Região.

Contato

Segunda - Sexta 07:00-20:00Sábado - 07:00-13:00(31) 3044-3099
(31) 99118-5320
(31) 99977-5492
contato@comtatobh.com.br
Belo Horizonte - MGAtendemos em BH e região metropolitana

Newsletter

ComTato. Todos os direitos reservados.