Nem toda dor vulvar é VULVODINIA

21/01/2021 0
nem-toda-dor-vulvar-e-vulvodinia.jpg

A dor vulva é qualquer sensação percebida de maneira desagradável em algum ponto específico, ou por toda extensão da vulva ou introito vaginal. Quando essa dor é de origem específica, ou seja, quando ela apresenta alterações físicas objetivas estes são os possíveis diagnósticos:

  • Infecciosas (candidíase recorrente, herpes vaginal)
  • Inflamatórias (líquen eritematoso sistêmico, líquen plano, síndrome de Sjogren)
  • Neoplásicas (doença de Paget, câncer de vulva)
  • Neurológica (neuralgia pós-herpética – herpes zoster, ilio-inguinal, ilio-hipogástrico, genitofemoral e pudendo)
  • Trauma (mutilação genital feminina, parto vaginal recente, queda).
  • Iatrogênica (pós-operatório, quimioterapia/braquiterapia, radiação, terapias locais).
  • Deficiências hormonais (síndrome geniturinária da menopausa, amenorréia, amamentação).

dor na vulvaJá a vulvodínea é definida como dor vulvar com duração mínima de 3 meses, sem causa clara identificável, porém pode apresentar potenciais fatores associados. Trata-se de condição clínica complexa e multifatorial, com dor intensa que ocorre na ausência de achados infecciosos, inflamatórios, neoplásicos ou neurológicos visíveis.


Inscreva-se
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários


Cíclica - Sexualidade Funcional

Contato

Segunda - Sexta 07:00-20:00Sábado - 07:00-13:00(31) 3044-3099
(31)9 9764-9963
Belo Horizonte - MGAtendemos em BH.

Newsletter

Cíclica. Todos os direitos reservados.

Abrir WhatsApp!
Fale Conosco!
Olá, tudo bem? Entre em contato para tirar dúvidas e agendar sua consulta.