Home > Neurologia Adulto > Fisioterapia: Acidente Vascular Encefálico (AVE)

Fisioterapia: Acidente Vascular Encefálico (AVE)

Acidente Vascular Encefalico Ave

O acidente vascular encefálico, ou derrame, pode acontecer em qualquer faixa etária, mas é mais comum em idosos e pessoas com doenças cardíacas. Após a constatação do AVE, o paciente necessitará de um atendimento fisioterapêutico intenso, rico e personalizado que ampare o mesmo e sua família. O atendimento pode ser realizado em sua própria casa.


 

O que é um acidente vascular encefálico?

É uma lesão que acontece no cérebro de uma pessoa causando sintomas que perduram por mais de 24 horas devido problemas vasculares.

Sinais e sintomas

Perda da consciência, confusão aguda, distúrbios focais ou globais de rápido desenvolvimento de acordo com a área cerebral afetada.

Causas do acidente vascular encefálico

Pode acontecer devido à uma isquemia arterial (falta de oxigênio na região irrigada pela artéria), por causa de um entupimento da artéria. Ou também pode acontecer devido ao rompimento da parede de uma artéria no cérebro causando um derrame.

Consequências

As conseqüências dependerão do tipo de AVE, da sua localização, do tamanho da área acometida, da idade do paciente, do nível de suporte sócio-econômico e dos fatores de risco precedentes(hipertensão arterial, doenças cardíacas, tabagismo, alcoolismo, diabetes, obesidade, stress). Geralmente o paciente apresenta déficits motores, redução da resistência para atividades do dia a dia, fraqueza muscular, redução da flexibilidade, distúrbios no equilíbrio e mobilidade, dentre outros. É comum que esses sintomas sejam apenas em um lado do corpo.

Como a fisioterapia pode ajudar no tratamento do acidente vascular encefálico?

Um treinamento fisioterápico deve ser iniciado imediatamente e deve ser voltado ao convívio e atividades usuais do paciente. O tratamento irá abordar principalmente a reabilitação funcional e logicamente a independência deste paciente. Séries com alongamento, força, treino de equilíbrio, treino funcional, socialização e práticas que ajudarão a adaptar o corpo à nova condição, serão elaboradas em todas as sessões na própria casa e locais freqüentados pela pessoa. Vale lembrar a importância de um tratamento global com demais profissionais da saúde e a contribuição da família para maior sucesso na reabilitação.

Número de sessões de fisioterapia domiciliar

Irá depender da intensidade do tratamento,do nível e tipo do AVE e da adaptação do paciente aos seus desafios. Não há como determinar portanto o tempo do tratamento, mas visando a independência funcional, o mesmo receberá alta, quando as expectativas reais forem atingidas.

 


Agende sua avaliação:

Entre em contato, teremos prazer em ajudar em sua reabilitação. Realizamos atendimentos de fisioterapia domiciliar em Belo Horizonte, Betim, Contagem, Ibirité, Igarapé, Mario Campos, São Joaquim de Bicas e Sarzedo.

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Telefone

Celular

Sua mensagem