Serviços

Fisioterapia: Dor Pélvica Crônica

Fisioterapia: Dor Pélvica Crônica

A dor pélvica crônica é uma doença suficientemente intensa para interferir nas atividades habituais, com impacto direto na vida conjugal, social e profissional, sendo considerado um sério problema de saúde pública. Com isso, a abordagem destes pacientes deve ser, preferencialmente, por uma equipe multidisciplinar. Deste modo, a fisioterapia tem como principal objetivo minimizar a dor e os demais sinais e sintomas apresentados. Ligue para ComTato e agende seu horário.

 

 

 

 

A dor pélvica crônica é considerada um problema de saúde pública, responsável por 10% das consultas ginecológicas. Apesar de sua incidência e prevalência ser desconhecida, estima-se que seja semelhante à asma e a lombalgia. É uma doença de difícil entendimento por envolver múltiplos fatores, a começar pelos vários órgãos pélvicos que se encontram muito próximos uns dos outros, fazendo com que a identificação correta da origem da dor seja difícil. A ComTato oferece este atendimento tanto em consultório, quanto em seu domicílio. Agende seu horário.

O que é dor pélvica crônica?

“Dor na região da pelve, com duração de 6 meses ou mais e que, embora investigada, não apresenta causa ou explicação definida.” (Gelbaya e El-Halwagy, 2001)

Causas da dor pélvica crônica

As causas são dificilmente estabelecidas, já que existem 69 possíveis causas para dor pélvica crônica. Além disso, há uma variabilidade de intensidade, localização e uma elevada porcentagem de dor sem fator causal.

Como a fisioterapia pode ajudar na dor pélvica crônica?

A abordagem da paciente com dor pélvica crônica deve ser integral e realizada, preferencialmente, por uma equipe multidisciplinar. Dentro desta equipe encontra-se o fisioterapeuta com o objetivo de minimizar a dor através da elevação da liberação de endorfinas com de exercícios direcionados, relaxar a musculatura da pelve, trabalhar posturas antálgicas (postura adotada com o intuito de reduzir a dor), ajudar a lidar com a dor, desfazer o ciclo “tensão-dor-tensão”, prevenir incapacidades e restaurar as funções desejadas pela paciente. Para tanto, podem ser utilizados os seguintes recursos: eletroterapia, cinesioterapia, massagem, terapia manual, terapias posturais, crioterapia e termoterapia. A fisioterapia não tem poder curativo no tratamento da dor pélvica crônica, no entanto, pode minimizar os sinais e sintomas apresentados, melhorando sua qualidade de vida.

Número de sessões de fisioterapia domiciliar

O número de sessões de fisioterapia não pode ser determinado previamente, será de acordo com a resposta da paciente ao tratamento.

 

 


Cíclica - Sexualidade Funcional

Contato

Segunda - Sexta 07:00-20:00Sábado - 07:00-13:00(31) 3044-3099
(31)9 9764-9963
Belo Horizonte - MGAtendemos em BH.

Newsletter

Cíclica. Todos os direitos reservados.

WhatsApp chat